António Mendes

by Comprimido ✅http://bit.ly/ONDEQUANDOCOMO

António Mendes, é doutorado em Ciências Sociais, com especialização em Ciências da Ciências da Comunicação. Dedicou os últimos 20 anos a estudar o que são e como se constroem marcas fortes. Este trabalho está distribuído pela sua tese de mestrado (Brand Equity FM: O capital de marca das estações de rádio), por artigos e comunicações em congressos e pela sua dissertação de doutoramento (Comunidades de Marca e Social Media: o caso das rádios no Facebook). Nesta última, é já patente o seu interesse pelo fenómeno dos social media e o seu cruzamento com as marcas.
Profissionalmente, dirige a RFM, rádio líder e vencedora de inúmeras distinções como “Superbrand – Marca de Excelência”, “Prémio Escolha do Consumidor”, “Prémio Cinco Estelas” ou “Sustentabilidade Reputacional.

é uma grande mudança é um grande choque quando chegar à seção de uma rádio luanda setenta o que vejo é vez vídeo e o que você tem que ouvir e talvez ao i não deve produzir piauí quer dizer que aquelas edições são paulo em 60 coisas que nós nós fizemos hoje em dia impensável a partir para uma ação de promoção da rádio pra curtir um evento no festival apresenta também na época dos festivais sem mexer na equipa uma pessoa por vídeo pelo menos uma pessoa com vida e uma sopa seu charme e impensável porque o visto de entrada faz parte do nosso dia a dia desta desta forma de fazer rádio em 2009 quase 2020 era muito estranho eu lembro muito bem vinda de um colega meu como falou quando quando se começou a falar na internet é nossa em alguns exatamente 30 anos em 1991 o usc relvas que ela comeu comeu sena fez muito bem à frente mas não fiquei na frente a rede tem este triângulo esse treino tinha rádio entre os sites sentiu seu show mídia e na altura natura não não não começou tão livremente mas aquilo é estranho né porque razão era muito diz que não estavam sendo na altura em servir de vir para a rádio e conseguiremos acabar sendo o vinho que ela se uma passagem botão ainda vamos com ministros e falar né em sites e era uma coisa estranha mas a verdade é que nestes anos todos pois é perfeitamente natural não conseguimos ver a vida de outra forma eu penso que o estiver sábado estava a pensar até na conferência do de sua família que atende e esquece mudar uma imagem que gostava que eu vá ver uma imagem que era de dois amigos de braço dado dois bebês que são esses dois bares um errado e outras sua família e sua família um banho de rádio vai ou potencializar potencializar que o que tinha de bom está indo bom que a rendição ea proximidade com sua família consegue ser muito próximo e consegue solucionar de uma forma muito intensa tal como a rádio e rádio têm an a empresa ainda de popularidade que tem também essa tem essa coisa de poder sobre gato com pessoas nós temos 20 entendimento do vídeo de sua família temos ouvidos consideram nossos amigos e que consigamos consideram que forma quando eu a vi estava estava a falar com pessoas e ouvintes da rádio estamos na conversa o profissional faz muitas conversas para ter tantas coisas e uma das coisas que estava a falar justamente sobre a questão da renda real de como é que os ligam ocorrendo nestas coisas têm tanta possibilidade está em plataformas a spotify tem apoio music tem como foi porque continua a viajar e um após o outro foram dizendo foi porque tem gente tem gente que fala comigo e aí a diferença do egito também é que este momento eu acho que a imprensa possa popocas então eu disse temos gente também encontramos pontos também tem gente a falar né com a grande diferença para rádio e um pouso diziam a diferença é que alguém com quem eu posso conversar depois meu lado queremos conversar como bispa rádio fala que deus não vão no carro e conversa com o pessoal tava muito a desenvolver e ficava em casa é quase como se estivesse a apanhar ali qualquer coisa que o raciocínio e eu dizia assim mas de facto não resolva é como se o ouvissem e portanto e rádio têm essa característica não é de agora é desde sempre que uma característica que eu penso que é comum quando bem utilizado quando bem utilizadas as plataformas seu nome e conseguem fazer isso então quando juntas das súmulas punição dada a relação entre o centro e eu concordo e eu concordo com isso e concordam e tapas a fazer a pergunta a pensar em tempos para eu não sou a família que tenho como sair com o vídeo que o ele está porque eu comecei com vida que vai estar porque desde que desde há muitos anos que ravi eu tenho que estar bem sempre qo maio que toda a gente diz que vai quebrar vai quebrar a cara vamos ver eu tive vários momentos de minas a gangue que a regra porque o concurso na rádio dentro do grupo cosan já teve momentos em que houve isso a conferência lembram de naná o educando na viragem do século rádio e morrer a ccj rádio no rio e sua família e diz que o vídeo rádio morrer e eu penso que essa este com essa essa frase a rádio vai morrer dada às pessoas da rede um desconforto tão grande que nos obriga a ir pra frente se nós olharmos para trás ué eu não marcar um momento em que a televisão tem cinco seriamente questionada o que a imprensa tem sido esse alimento creatina nisso talvez no estande da desvantagem nós da chave foi por aí mas o que nós temos que fazer para dar um passo em frente então leva nos a estar sempre é a procura novas funções para prometer um dos motivos dessa opção do rádio vai acabar faz com que não espera não não vai não vai e determinado sempre volta temos encontrados empresa sempre soluções para resolver esse problema portanto nesta questão da minha preparação talvez tenha a ver com isto não não encontra se uma pessoa quer possa encontrar justificações o próprio maio é rápido e de forma como o crime da conversa a rádio é muito das relações de criar por lá eu tinha tratamento naquela frase antiga rádio e até a tratamento e por outro lado em cria muito relações o que é diferente do consumo com visão e o que é diferente o consumo de imprensa o confunde imprensa vendia muito isso agora seria pedir muito concedeu fazia é assentava no não se sentava em circulação do papel estes objectos substituir o papel não substituem o texto né nós continuamos a ler texto já não compram o papel como comprovamos que as existentes para domingo estão sempre em jornais mas substitui o papel rádio am também é consumidor que nós estamos a rfm acaba de lançar agora pouco tempo mapas agatha nova que foi muito bem quer permite permite aceder a conteúdos de vídeo permite quando é sr conteúdo do texto tempos texto histórias que podia muito bem ter ser contadas na rádio ou outros conteúdos na rádio não temos tempo para desenvolver e obviamente dá acesso às emissões rádio portanto consumo brasil aqui como consumir rádio nuno auto rádio não precisa ter um rádio fm em casa para ouvir rádio posso ouvir rádio aqui a sua vez no carro possa virar a chave no contato e isso também talvez tenha ajudado a rádio am com pudins ser dos meios entre aspas tradicionais daquele tamanho diz que está mais à frente né não a morte é morta a do papel já em também mantém também uma outra razão nós hoje além do papel é deste dispositivo substituir o papel enquanto suporta alteram grandemente ué circulação da informação é hoje as coisas são muito mais rápidas chegam mais longe mas esperança né e esta rapidez e muitas vezes em miga da perfeição é o do bom jornalismo às vezes até de uma reflexão nós neste dia estamos a viver uma coisa interessante é no meu show me ver com aquela com o photoshop e pintor a gente tentou tirar fotografias e por celinho e entretanto é não sair nos sites já fizeram já fim nós aqui na casa já fizemos repente começa a ver o solo para criar notícias e dizer que esse é o mapa dos russos é uma aplicação dos russos é aquilo é borda toda a gente e eu vou secar os dados e os mais comuns são os meios mais tradicionais jornais todos eu todos os grandes partidos fizeram notícia com essa história esta é marcos lúcio e os vão cercar de cuidados com isso a questão esta tem o pessoal não pensa e eu pensando sim o pessoal tá perdendo aquela notícia no mapa que o facebook saqueadas e que tenha pouco tempo buscando uma enorme mas o problema é que ela ou seja onde quer chegar temos e temos em nós de mais fortes mais pensava o que acontece neste concurso a uma e pública que ela não tem se cuidado com os russos esta rápida dos russos e os outros não aqui a gente também tem que ter estado já a clix vai gerar visualizações no site nós também temos que ter problema não se pára pra pensar então eo gol não saqueadas então e que os testes que o pessoal faz os nem desta nem também sai com dados existe claramente uma consequência da crise é uma consequência deste tempo jean e é uma característica da equipe que está a dizer é um sinal daquilo que às vezes é melhor dizendo o que penso eu falta tempo para um certo a jornalismo é possível porque esta opção do tanque tempo não vou provocar de click a tentação é muito grande a opção por um lado é muito grande a tensão é muito grande é opção de são para gerar os cliques para gerar tráfego para o site para ver as desvalorizações das suas notícias o interação que o coloque as em não-me-toque uma notícia que não tá em que não gera tráfego do site top 10 a clix interação com a publicação é frustrante não dá resultados portanto a opção para fazer para seguir outro caminho é grande e voltando sempre andamos sempre à volta da questão do tempo de palavra quantidade de coisas é que nós antes da ingestão de que vivemos as fronteiras eram muito mais limitadas grande e rádio e televisão ea televisão jornal e televisão nessa coisa de sua família que é um grande caldeirão com muita coisa lá dentro é muito diferente os meios tradicionais rádios televisões jornais todos têm sites todos partilham notícias do seu site para as mesmas plataformas sobre o facebook portanto que utiliza dez anos quem tem esse provisão que punha notícias na televisão jornais penitência no papel e rádio notícias enfim amanhã hoje estudos conjuntos confluem uma confluência de ática né espero que este o termo para o digital e portanto é esta confiança e cria agrava vença a opção porque a concorrência é muito maior num um diário de notícias para citar um título pela casa hoje em dia concorre não só com rádios e televisões portuguesas mas concorre com guarín com um e com tantos outros títulos é com uma folha de são paulo porque tá tudo lindo a pressão é grande e não sei se nós temos de maneira pode perdoá lo não é porque aquela visão romântica que algumas pessoas tinham na década na década passada na primeira década deste século quando olhavam para estes novos mais e para as estas plataformas de software mirante sem parar viu nelas há a hipótese de a abertura para uma nova era de verdade e da de cauda comprida em que de um gerava conteúdo para cada um é aquela coisa de cada companhia aérea na verdade nós hoje quando temos eleições como elas são brincando com dio a altran presidente dos estados unidos e colocando em cima da mesa ou no brasil dodô bolsonaro e colocando em cima da mesa o que é verdade né

será que nós estamos a trabalhar como a série no do sex files está alguns nem mesmo 30 em sua jornada e os outros têm se agravado e se é verdade se é verdade que avisemos só na década passada viu sandra santos crê diziam que vamos entrar num época e pela democracia hoje eu não sei como é que tú 200 mas eu sim cada vez mais controlado e por tudo isso acho que eu acho que hoje é muito famoso é muito eu acho muito divertido eu tenho uma coisa aqui está uma conversa a gente vai vai eu tenho tem tido a vida que é o earth autores bastante antes é o ator de da viragem do século xiii ao século 21 o princípio do século 20 que falam sobre falou sobre propaganda fala sobre relações públicas – agora eu estava faltando o nome de deus e por isso aqui é igual a nós é que falam sobre nomes de manipulação das é das massas

antes disso é exceção e sam ambição é muito interessante ver as coisas que eu resolvi ir são muito ruins são muito verificáveis né naquilo que se passa nas redes no nas redes sociais a forma como por exemplo esta esta história a forma neste triste episódio deste dias de sá como fez saber que o s3 e depois como a progressão do que fez há também creche extremamente representa este nível e vamos bater onde está a verdade só falamos aqui de uma coisa que o mapa não tem aparentemente grande importância onde está a verdade será que os russos querem fazer aqui o mesmo para checar a informação de controlar o ou não nem depois foi nome de que crescem como essa coisa do torneio e efetivando a junta já tem mais de mil pessoas é de que nova reunião pessoas mas já tem muita gente que vai lá no dia 20 ele foi efetivado para ver os extraterrestes de ver mas não acha que os fabricantes não esconderam do tiroteio nem vamos ver a questão onde está onde quer nos ver daqui e por cliente passar para temas mais sérios né para termos mais sérios como as eleições aí as eleições e depois podemos subestimar a democracia e voltando o o ponto até o ponto que perca de um bastião importante dos regimes democráticos que eu nã imprensa ou livre aí é um prazer ao poder o contra poeira com este enquadramento natural do funchal 25 de abril ocupar as duas rádios com uma estação de televisão estava fighter é hoje em dia num gene as funções na assen acontece podem acontecer outra forma e eu já me apresentei e tanques na primavera um tem um papel o o vento pode ter um papel coadjuvante para as revoluções as mudanças porque lembra da história do senado brasileiro da história do oceanário brasil disse e o que o que se seguiu sobre a circulação de informação do assalto ah e como estava a ser propagada alguma informação para outra portanto os media continuam os bairros continuam sem papel o vento é um assunto que eu pensava que era pela crise na questão da educação os mais do que nunca é super importante a educação para os media lab transmídia fundamental grande parte das coisas talvez para criadas no facebook que é o extreme é pra falar das mais populares não são tanto não são tão foi o facebook é o mais é possível mais popular destas coisas vêm mais facilmente acontecer mais facilmente talvez grande parte das pessoas porque tinham coisas perfil notícias elas não se preocupam com a coisas tão básicas como qual é a fonte qual é a intenção do fonte o que está por trás do facebook agora tem 14 que a gente tem que prover quem é só uma parte do pessoal do tipo a lei as gordas quando fazia imprensa lisboa safira conclusão e partilha e isso só acontece porque o aconteça em parte não é só acontece mas aconteceu em parte porque neste novo em quadra neste novo novo que já não é novo contexto precisamos mais do que nunca de formação para transmitir saber coisas tão básicas como quem produz o quê para quê e às vezes coisas proporciona para alguns mesmo proporciona grandes grandes poemas há uns meses foi a história do documentário de michael jackson não neste ano as redes sociais mas teve grande reflexo algumas regras decidiram tocar a música de michael jackson no porque o um documentário que dizia que voltava que vou tentar mas que voltava em cima de um tema que já não é novidade na vida da vida e depois da morte do michael jackson é que o documentário proporcionou grandes leu uma grande discussão vou que alguns podem deixar sem tocar músicas de michael jackson e ninguém queria uma coisa que quem fez este comentário porque com o cultivo é o objetivo mas o pessoal comentou torcedor pra isso a gente vai sempre bater na mesma no mesmo número de pontos que precisamos mais do que nunca a formação próxmia não tem e vamos bater uma partida na porta da do de casa da cultura em famalicão que o que é que estamos a ensinar nas suas tendências da comunicação nas todas as pessoas que consomem mídia como se relacionar com o então voltando agora atrás da conversa se as pessoas não sabem bem relacionadas com o ggi em dia torna torna se muito mais fácil manipular manipular a opinião e tenho que saber estar nervosos atrasados porque torna mais e mais fácil manipular da opinião porque nós vivemos numa época em que atua há 15 anos sabia quem sabia mais ou menos quem era o dono gente aqui que é o jornal de esquerda que eu não era direita pela televisão mas assim outra vez e sabe hoje as coisas sigam no teu filho de moral sem saber muito bem o que vai impedir tendo quem fez o quê o documentário de michael jackson por causa de michael jackson a experiência outra coisa né podia ser contra as russas contra os americanos o contrato ou contra ou a favor o usuário e hoje nós não sabemos muito bem então mais do que nunca quero aqui defender o seguinte eu estou mais do que nunca os media tradicionais têm um papel super importante as pessoas devem entender isso é crime de poluição da informação do que atua lá o que vai ser rainha da televisão eo e jornais e eu só vivia há o futuro a deus pertence se nós tivéssemos precisar do tempo 15 anos e tivéssemos a fazer uma conversa nesta conversa sobre o que seria provavelmente a 15 anos eu acho que há 15 anos nós já tá nos a nós já estávamos a dar os primeiros passos no vídeo nós aqui grupo ebx já estávamos a fazer esse caminho estava longe estamos longe de dizer é que os rádio desta forma com quantidade que tem com sua família relacionado com onde estávamos muito longe disso em relação aos grandes aos grandes gigantes os quatro cavaleiros do apocalipse ocidental pois os quatro cavaleiros do apocalipse oriental em relação a este 48 grandes aquelas no clube aquilo que nós podemos dar uma forma utilizar e que é meio do curso hão de aparecer que meninos e meninos cavaleiros que ondas grandes proporções daqui a uns tempos – o caso da pouco como exemplo a pólo quando prince de viragem do século pessoa como eu vai pode pois o lançou ao padre pois não só vai falar isto num gigante nós não fazemos idéia é que os tempos pois a parceria com a samsung isto não havia outro gigante estamos a olhar agora para os pulsos nos fabricantes de telemóveis já tem uma chinesa uai cacheiro hoje aponta que nos estados unidos samsung o mercado oriental mas não vai começar por si uai foi uma grande teve um choque agora com os americanos de voar google que o episódio colocou o espetáculo é muito depois na mais outras e é provável que por enquanto as outras isso nunca me acontecer que é provável que aconteceu porque a mídia por ser uma tecnologia disruptiva é provável que a empresa que lidera nesse processo dessa tecnologia de juquitiba vai ocupar o espaço desta grande que nós lhe deram agora publicado no espaço 15 anos de existência só o cenário não é nada é baseada em que os movimentos das neste movimento estratégico da empresa só aí se a zhejiang uma empresa criamos agora chinesa se é sangue campo nenhuma empresa americana que está lá a fazer não só não faça mais e mais queridas

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>