a palavra é

o Olá todos sejam muito bem-vindos ao onde quando e como eu quiser o meu nome é Mariana Amorim e eu estou com Amália Carvalho que é comunicadora é imprimir lugar comunicadora tanto a nível profissional como a nível pessoal Olá Amália bem-vinda falando se falamos o seu percurso muito obrigada pelo convite estou mesmo honrada por estar aqui sentada neste sofá neste projeto eu sou comunicadora de profissão estudei comunicação e nos tempos livres falso projetos ligados à área da comunicação E é realmente o sítio onde a minha energia cresce dizem que nós vamos fazer aquilo que no final do dia nos dá energia a mexer a sua intrínseca a isso não nem que eu já ouvi isso não é fazer trabalho de casa entre si que é mesmo muito muito importante e a comunicação é uma área que me apaixona sou amarantina e começo a comunicação na realidade no secundário na altura decidi fazer um curso tecnológico que era uma alternativa no secundário aos cursos normais que existem não é um curso profissional não era o curso científicos uma existir é um curso que era financiado pelo governo e que se chamava como é que sem multimédio para casa acho que tinham outra outra letra mas comunicação e Multimédia a quem deve ser feito isso e foi a partir de secundário que eu comecei a ter os primeiros contactos com a comunicação foi ali que eu aprendi as bases do Design e nunca mais me esqueci de um professor se ouvirdes vão baixo dizer disso menos é mais e foi a minha base por exemplo para o design e foi a partir dali que eu comecei a entender como é que se editava um vídeo como é que se contava uma história meu projeto final já foi um documentário no cemitério foi aonde comentário e foi na altura é estava a pensar que eu ia fazer um projeto de o apoio a estudantes E então liguei o documentário com o peixe grande já fiz dizem entrei no secundário que seu time só não é para ver começa a fase secundária eu fico a pensar ao meu deixa seu like sai não não não é suspensa ao tempo dos afonsinhos é aquele tipo de pessoa que começa a certeza não mas eu acho que eu penso que esse curso já não existe na altura foi uma grande oportunidade e ainda ainda bem que eu fiz porque depois da Universidade fiz ciências da comunicação foi Braga Filho Universidade do Minho e uma das coisas que eu falava preciso ir é que por exemplo para comunicar os projetos e trabalhos de grupo eu já tinha um toque de design nas apresentações então isso era uma grande vantagem eu conseguia comunicar melhor as ideias que às vezes têm grandes ideias mas é preciso conseguir comunicá-las nós ficamos muito na comunicação por voz porque qualquer pessoa que não tenha competências seja dizem chefia de é o tem que ser né voz diagramas mas o que tem uma forma de conseguir ilustrar fazer desenhos ter uma apresentação que tem o ficou muito quê que as cores comunicam que já os a simbologia comunica e se gostou a diferença e na altura o tecido essa base prática a parte de Tire activos o óleo português somente um parte da Matemática se alguém ouvir isto não tiver em matemática que os comiam que faz falta tem que não seja para depois mais tarde fazer a interpretação estatística sem portanto na altura e isso é uma grande vantagem ciências da comunicação foi minha praia foi sítio onde eu fui saber como é que eu fiz foi muito muito feliz o que eu acho que se aprende lá pensar criticamente concordo as importante eu também terá ciência Essa é a parte mais importante aprendermos a pensar porque específica para a dia e depois ajuda-nos na parte da aprendizagem ao longo prazo então só coisa que eu tirei da ciência ajuda a si mesmo nível de cidadania ajuda a nível de cidadania e já falei disso pois que é que eu fiz a seguir a licenciatura O que é comunicação educação e cidadania isso traduzido por Miúdos significa literacia midiática isso porque ela acabava eu estava a acabar a licenciatura e eu ia fazer um estágio em uma agência publicidade era o estágio curricular está bem no comboio para o porto se uma chamada de um convite Amália queres vir trabalhar para o sexo eu estudos das Ciências Sociais da Universidade do Minho é daí que vem o meu ou se é só Incondicional do meu love manual clique aqui para o meu herói pessoal ela é uma referência emprestar o pai educação para os meios eu trabalhei no meu ovos ainda e ele não era conhecido como o rei meloso lá no primeiro ano a montar o conceito e sim apresento sexo para quem ouviu a sigla que nós brincávamos muito com isso significa sentido para comunicação e sociedade o trabalho o rapaz tem direitos humanos Adorei a e depois fui fazer mestrado eu trouxe midiática onde fiz uma uma tese mestrado Super Interessante também aqui para perceber o espírito que os adultos têm em relação aos mais comunicação mas temos que horários mais à frente um mas muito interessante e na altura fiz o mostrado Estava a fazer o trabalho não sei se surgiu a oportunidade de fazer um estágio numa equipa de comunicação não uma multinacional então eu fiz duas coisas em paralelo eu fiz a minha dissertação de Mestrado aplicando a população daquela empresa que era bastante grande representativa da população estamos a fazer três emissoras e fiz aqui lembrou ela precisa eu ainda tenho estou a contar histórias ele não não vai vai vai vai Estamos na parte de Mestrado mestrado de mostrar fiz então o a dissertação lá correu muito bem mas o estágio chamou muita atenção o mundo acadêmico e o mundo Empresarial são dois mundos paralelos eles podem se tocar mas assim rir em diferentes muito muito diferentes mundo acadêmico e ainda vai onde académico é um espaço nós temos tempo para começar o mundo Empresarial é um espaço onde esperem para fazer Ah e por isso eu na altura com a minha juventude que não hoje tenho mas não dura sentir que tinha mesmo de quem as outras mãos na massa de pôr as mãos na massa fazer mais sentido para depois um dia quiçá mais tarde voltar e partilhar essa experiência mas que fazia muito sentido sobretudo na nossa área quando temos um professor por exemplo que tem experiência é muito mais enriquecedor e nessa filosofia optei por ficares no estágio e depois fiz um percurso até hoje na área da comunicação neste caso mais virada para dentro ou seja comunicação organizacional até 2018 assen 2018 já foi virada para fora já fiz o tentar evitar estrangeirismos Edifício já fiz a alteração SIM é a mudança exata mudança a mudança aconteceu e aí depois fazer comunicar também para fora e até que chegamos a um projeto só que nascem 2019 também não explicado que a pasta comunicação que é um podcast e Engraçado que estava abrir carro estava a pensar a primeira vez que eu ouvi a palavra podcast Foi numa aula da licenciatura portanto Isto foi em 2010 eu fiz terminou e Nova 2011 e ele é uma me que estavam atelier só Alberto de Sá para quem se conhecer e não fui eu tava a falar das grandes inovações que não acontecer era a televisão digital tdt na altura ainda não não estava implementada os povos que se eu recordo-me que eles estão amostrar seu mas porque é um podcast que temos uma rádio para que que ele vai trazer desvantagens olha hoje em dia tenho o seu convencimento e sou consumidora e sou apaixonada sim e gosta de idade algo que estou bem sim e adoro audiobooks são abelivros audiobooks em português audiolivros e grande foi uma história muito resumida não é acho que está acho que e aqui ia te perguntar quando tu Como tu no site do Bela Cristão que é o nome do teu podcast e parabéns adicionais pelos nomeações dois anos consecutivos sobre atores tudo fins de como uma comunicadora de profissão e de paixão e já falaste um bocadinho disto mas queria que explicasse de forma muito simples o que é para ti ser um bom comunicador esta coisa de passar as ideias da cabeça para fora é mais disso é garantir que as ideias que nós passamos são interpretadas não é necessariamente que nós queremos que sejam interpretadas mas mas que nós conseguimos que quem está a receber tem o mesmo entendimento uma forma de entendimento sonhar que é que sabe a dificuldade ou alguma vez que dava o exemplo o médico comunica com um paciente se ele começa a utilizar um jargão de muitos pena tentar comunicar eu estava utilizar palavras os signos símbolos que nós queremos dizer e a pessoa tem que ser as competências de descodificação da mensagem que Nós aprendemos na licenciatura e e eu acho que é isso que te torna um bom comunicador é a pessoa que não está centrada no Cris mas enfim off está centrada em quem tem a sua frente no receptor da mensagem em quem ouve e como é que nós conseguimos trabalhar essas ferramentas eu sei que tu presente o fizeste parte de um clube que tenha a comunicação EA liderança aqui no em primeiro plano sim é que treinando destas ferramentas de comunicação gosto muito de pensar não sou bem triste Make It Better Ou seja a prática faz a perfeição que faz a profissão é o slogan da Adidas que não tem erro não sei por acaso Olá eu sou de uma boa marca certamente e é um pouco uma aprender uma língua que nós temos com inglês que nós temos de fazer fornos a pessoas que nos obrigam a falar em inglês falar falar falar a pronúncia vai melhorar um qualquer dia estamos a pensar em inglês nem sequer precisamos de falar e no caso da competência de comunicação exatamente a mesma coisa nós temos que praticar a várias formas praticar nós temos praticar com a família a inteligência emocional por exemplo ou quando nós temos mais com consciência disso nós podemos usar esse conhecimento teórico e aplicado na prática que é Quando estamos num momento de pura raiva conseguirmos na altura comunicar a nossa emoção com com a clareza de forma a que a pessoa entende o que nós queremos dizer mas eu acho que Portugal equipe sabe um bocadinho abraçar vindo pessoas imagens que eu deixei de ser mas fim de 2015 até o ano passado é um sítio que eu tenho pena que não seja tão conhecido por que realmente um sítio onde nós podemos praticar não espaço de segurança onde as pessoas estão a nossa volta tem uma missão que elas vão melhorar elas querem orar e vão te ajudar a melhorar no fundo Resumindo não estou sim mas é isso que acontece todos querem comunicar e liderar o melhor e toda a gente vai ajudar mutuamente aqui aqui dessa e a parte mais interessante é que os fundadores dos Masters na altura porque já li fundaram num tempo mais ou menos semelhante ao do Instituto dele carne equipes eles tinham já uma base teórica que nós quando entramos para o clube temos acesso temos acesso à informação estruturada que é muito importante hoje em dia tendo em conta que nós temos acesso de todos e de informação na internet mas a maior parte não está estruturada Então essa é a grande diferença de informação não é necessariamente conheci a informação e conhecimento exatamente então Lanús quando estamos podemos ter os nossos objetivos específicos eles agora tem vários caminhos possíveis dependendo da competência que a pessoa quer trabalhar mais pode ser contar histórias pode ser venderes pode ser trabalhar o discurso de humor pode ser trabalhar mais a parte de dissertação Ou seja a uma comunicação mais cada para a parte acadêmica os mesmos caminhos Temos vários caminhos que comunicação graficamente a pessoa escolhe qual é aquele que faz mais sentido para a sua vida e depois pode fazer vários pode depois de estar no fluxo é só explorar toda a oferta mas fazer um cada vez é melhor é melhor forma de começar senão fica a demasiado e as sessões são de Laje lá está é Como ir ao ginásio de duas em duas semanas é de duas em duas semanas permitem praticar porém pôr em prática as iria nós recebemos informação de como estruturar um discurso a introdução fazer algo chamativo depois do desenvolvimento pois a conclusão Mas o mais importante é depois colocar na prática e ter sido é constitutivo porque muitas vezes na realidade nós vamos uma reunião apresentamos um trabalho O trabalho conteúdo era bom mas a forma não foi das duas uma ou vamos ter falhas que até já destas competências e vão chegar não saber e os vão ajudar a melhorar ou vamos ser colegas que não destruir vão ver me diga dos colegas em fazer chefes mas também também pode ser que vão destruir completamente aquilo que nós acabamos de fazer ou vamos ficar na ignorância as pessoas vão manter-se no silêncio e no fundo acaba que ele não haver aqui um a crítica construtiva o feedback estamos errar ou não sabemos ao estamos apontador galera não construtiva e não estou semester at Facchini secretas Ok isso acontece não espírito tem que tu aceitas creches e depois implemente as na seção C é muito importante isso é Mais Parte da comunicação pois na liderança são as funções que podem desempenhar dentro do clube daria outra conversa mas para mim é mesmo foi um sítio onde permitiu desenvolver a forma como eu falo hoje em dia o estar à vontade o estar conscientemente no espaço público e não me ensinaram que embora nas ciências da comunicação nós temos técnicas de expressão que também já aprendemos muito sobre o estar e a comunicação não-verbal mistura mas importante que quem quer levar ele a comunicação faz uma um curso acadêmico porque tem conhecimento científico não é algo que toda a gente tem que saber a hora e temos depois para além da comunicação para uma grande paixão tua temos uma outra temática que te interessa muito que tu já mencionaste aqui e que é um dos grandes temas do teu podcast que é a inteligência emocional para uma pessoa completamente lerda o como é que tu de ferias a inteligência emocional eu vou usar um pouco aqui o conhecimento que Paulo Moreira tens medo que eu acho que ele coloca o a definição uma forma mesmo simples que é nossa capacidade de conhecer e gerir as nossas emoções assim como conhecer e gerir as emoções dos outros então só que eu não tem seis intrapessoais e interpessoais ok muito bem e eu sei que tu começaste a dar um bocadinho mais de atenção estas questões a inteligência emocional que tiveste um episódio na tua vida profissional trabalho casa tem que ser sem ser sem ser tu tiveste um episódio na sua vida profissional e sempre senti eu parte de completamente se o teu diz muito dizer esquecer durante muito tempo sentido de que as tuas emoções de controlavam a ti e não necessariamente o contrário e ele aqui momentos de explosão na tua vida profissional entre os esta não a este acabar eu tenho de aprender a tomar as rédeas disto O que é que fizeste a partir daí Quais foram os aves e para trabalhar então de intencional então para quem desculpas ficou muito pessoal mas não é só para que saibam porque eu já terminei este Episódio público demorei muito tempo a conseguir falar sobre isso para quem está de fora Isto é banal mas para quem passou por pelo sentimento de vergonha que é um sentimento não aumentar seus não gostam de partilhar é um Foi mesmo muito marcante para mim então para quem está curioso que aconteceu acho que a mentes até chegar no Rio trabalho não foi nada interessante e fez me senti extremamente inseguras e fez-me sentir pelo profissional e na realidade era as minhas intenções eram ao com o debate um bocadinho quando eras estagiária às vezes dava por mim eu era um bocado dominada pelas emoções para um lado é bom para a alegria não é um esse ar vem embora fazer acontecer mas por outro lado o outro lado é crítico pois numa situação que é o quê é brava mas não é OK está tão fora de controlo que isso pode afetar todo o resto então nessa altura e fiz realmente uma Providência me própria porque foi foi assim uma coisa mesmo por mais foi um choro compulsivo de horas é que o rio mas fiz uma promessa a mim própria de que realmente aprender e estudar e a perceber para conseguir porque tinha que dar uma solução é não te disse que estar naquela situação e foi a partir desse episódio que a melhor homens que é sua grande referência oficial é minha grande referência pessoal porque eu gosto que ela ela fala de desenvolvimento pessoal ela fala sobre tudo desenvolvimento pessoal não toca tenta aqui ou não fala diretamente com essencial Mas ela fala muito também com base na sua sobrevivência pessoal sim oi e ela fala muito por exemplo de ansiedade que fala muito de depressão e fala muito sobre o estratégias para e tornem algo banal toda a gente aula ver se sentiu ansioso na vida toda a gente alguma vez sentiu não esteve no seu melhor emocionalmente em situações públicas mas não é muito comum falarmos sobre isto porque os passos sobre as partes mais é verdade e até hoje em dia terá um bocado da moda falar sobre os fracasse que a gente gosta de dizer agora os líderes na afa falhar é bom para levar Temos que falar mas na prática quando alguém falha não é normalmente castigados preço e nem só castigado na hora do instante que nós não queremos assumir não emocionalmente não é fácil ele consigo falar isso agora que já passou muito tempo não apareceu falar sobre isso acho começar a outra vez assim então na altura o ter ouvido algumas estratégias e são aplicáveis a vida real que foi com livros de 5 segundos onde ela também aborda como é que a regra dos 5 segundos pode ser uma forma de combater a um momento mais emocional ouvir o estratégias como o contacto 90 para trás ela e acima de tudo o que eu gostei O que é que eu adorei eu adorei a explicação dela em relação a nossa cego em relação aquilo que está conhecer cá dentro fez também que me fascinou e os primeiros vídeos que eu vi só dela foi o vídeo sobre o botão se não use o efeito que isso causa no nosso cérebro o fato nós temos ciclos de sono é interrupção do ciclo de sono e de nós pois ficamos entristecidos que a gente já sentiu isso mas Coelho nós percebemos o que é que está a acontecer a nível biológico Sim nós temos muito mais controlar aí que entra a parte das células seja quando tu estás a ter um uma situação ansiedade o que é que ajuda o primeiro reconhecer lá está o conhecer as emoções depois o canal para gerir e ler na hora alguém depois foi uma foi uma forma de chegar outros autores depois chegará Paulo Moreira e a grande vantagem é esta é conhecer que adentre o máximo que se consegue porque a própria ciência sabe muito pouco sobre as emoções não era o mar e uma estudada Por que não era muito consciente porque não é uma área matemática não é uma ciência da África exata e portanto até chegar a a parte em que as pessoas realmente dedicam orçamentos para uma área mais subjetiva acaba por por ser de repente agora a ciência tem se dedicado muito a isto em últimos anos tem que tem nenhuma importância sistema felizmente e nós devemos aprender sobre isto bem mais pequeninos porque o resto é fácil mas conseguimos ter conhecimento teórico neste momento onde ele está disponível é mas muitas vezes aquilo que não está disponível aquilo que não é imediatamente disponível são as ferramentas para lhe dar uns patrulhar né acontecer aqui dentro A informação é uma coisa conhecimento e outra então informação nós até podemos ter a qualquer altura Mas esta prática seja prática para comunicar a melhor seja a prática para gerir as emoções não isso já requer prática já já quer que eu acho que é Pádua extinção do conhecimento que aplicar ou menos porque não é aquilo que eu sinto aquilo que eu possa aplicar nenhum nunca nunca vai ser igual aquilo que tu vai saber carente neste caso sim então era precisamente por aí que eu ia que é se tu sentes que estas capacidades tanto de comunicação como a inteligência emocional se a educação que temos de falar agora do caso português dissemos que o sistema educativo que nós temos está dar a importância devida a estas capacidades eu pessoalmente não sente até porque eu cheguei hoje ao final da licenciatura ainda a sentir que tinha poucas competências de Inteligência Emocional alguns casos e deixar com as minhas emoções me nascer muito porque eu não senti que me fossem dadas essas ferramentas tu sentes tu e eu não senti não também não tinha acontecido nem sequer era muito falado na altura e por que a escola estava estava detalhada para as disciplinas clássicas história português por cento eu não aprendi na escola a lidar com as minhas emoções e achas que devias ter sido ensinada e eu fiquei fundamental mesmo mesmo mesmo porque aquilo que nós acabamos por aprender por exemplo numa licenciatura depois quando chegamos uma empresa nós temos que aprender quase do zero na prática o que nós efetivamente vamos fazer então que é que nós tiramos do mundo acadêmico tiramos a parte do da construção do Espírito crítico que é é fundamental Mas temos que aprender do zero nas escolas O que é que nós aplicamos e eu ficava ser um bocado com travesti aqui mas que não força em relação a geografia ou a a história Às vezes a matemática e quando ela é tão teórica i a altura Quando nós formos aplicar nós vamos queria ver esse conhecimento mas por exemplo a matemática ou equações Que Nós aprendemos não são necessariamente dia a dia acontece com as emoções estão as emoções são do dia a dia e depois elas não ficam em casa elas vão para o trabalho elas elas estão conosco nas nossas diferentes esferas e as emoções acabam por fazer nós melhores ou piores profissionais mais felizes ou menos felizes ter melhores até o cidadão as relações interpessoais familiares melhores ou piores cidadãos as ajudam a cidade melhor que um Então para mim isso é fundamental ser ensinado na escola em relação por exemplo a literacia midiática ao Espírito crítico o Os projetos que vem dormir logo sou o Observatório de literacia midiática da Universidade a Domingo então até uma influência muito grande e muito interessante na parte do Ministério da Educação eles têm e em parcerias estão a tentar implementar cada vez mais módulos que deve essas essas ferramentas as crianças depois a parte de Inteligência Emocional existem cogumelo existem projetos aqui acolá mas são muito raros não sim mas são muito muito raros em que se vai às escolas o psicóloga por exemplo mas há um caminho muito muito longo a fazer e ainda estamos a despertar para isso mas eu acredito mesmo que essa é uma questão de tempo até ser uma disciplina e é isso mesmo que eu ia perguntar a como é que na prática nós precisamos colocar essas ferramentas no ensino era criar uma disciplina específica era introduzi-la era Nutella no saco da Cidadania desenvolvimento onde já estão mais de 15 dominios eu acho que tem que se fazer uma revisão nesta mental plano curricular as disciplinas que não estão a ser aprendidas como a duas que eu acho que são fundamentais letras ia financeira desde pequeninos a inteligência emocional pode estar indo e outra não não vejo porque não e quando digo Inteligência Emocional mesmo dizer Moments All Star de Souza conseguirem as pessoas e as Crianças A conseguirem identificar o que que elas gostam que elas não gostam da que elas podem investir mais tempo sei que as motiva que é que os motiva e não obrigar a fazer as coisas Porque sim o ler Porque sim agora vais ver os maias porque alguém decidiu que que é bom pode ser bom ninguém tá dizer o contrário Mas pode funcionar para mim ligar lá para o outro era que o meu muito rapidamente está disponível nem E se fizer em razão dos Maias Carlos Pereira era somos então A ideia é que as pessoas pensem por si próprias e que a escola de espaço para que cada indivíduo se desenvolve enquanto ser individual que ano não tentar agora de toda a gente tem que ser boa a todo não isso eu acho que era fundamental é isso e literacia financeira a financeira tu tá ligado mas nada nos Vale também temos grandes invenções depois desgovernados completamente nas nossas finanças pessoais e por exemplo eu acho que estas são as disciplinas que hoje em dia são fundamentais não te dizer que a matemática não eu acho que a matemática é por causa da programação programação também vai ser uma nova disciplina então já que eles estão a fazer revisão aproveita do plano curricular ai de viam mesmo mesmo apostar Nesta parte da comunicação para dentro sem nós comunicamos que as nossas emoções desde pequeninos e já agora deixa-me fazer uma coisa cada vez mais infelizmente as redes sociais tem estas vantagens que é a coisas que se tornam tendências com mais facilidade de ficam virais falamos muito do método Montessori eu ainda não conheço muito muito séria o também não é uma Filosofia de Educação de crianças muito específica que tem tem um se você já tem uma data de princípios e não conhece profundamente mas vou o conteúdo em relação esse e esse método Montessori por se opõe a autonomia da criança o conseguirmos que as crianças se desenvolvam mais rapidamente por elas ao seu Ritmo com muita supervisão naturalmente isto As pessoas parte levam ao Extremo e acabou por correr o mal e apresentou o método Montessori a inteligência emocional a letra financeira e isso vai fazer as suas melhores cidadãos se forem ensinados desde pequeninos e o método Montessori supostamente ensina as Crianças A preferir as suas emoções que é a criança teve um ataque de raiva e uma das coisas que eu pelo menos liso assunto que se propõe é identificar e chamar as emoções pronome ai eu sei que estás com medo porque visto aquela moda a fazer muito barulho é normal sentirmos medo não tenho adultos às vezes temos dificuldade em perceber Quais são as nossas intenções é brene Brown que é uma altura também de referência nesta área ela escreve muito é um dos argumentos que ela mais tende a isto nós não conseguimos atingir as nossas emoções até chamar até as identificado assim sempre conhecer as coisas antes de lidarmos com elas sempre conseguir chamar as coisas pelos nomes então nós adultos temos que fazer isso primeiro porque isto de crianças deviam aviões adultos também temos todos devemos todos então chamar as coisas pelo nome E para isso Temos que conhecer o melhor possível estava até a pensar que estava estava ouvir de falar e até estava a pensar que se nos trabalhássemos este autoconhecimento desde cedo se calhar conseguimos evitar uma série de

não diria erros mas eu presente eu conheço muito tenho muitos amigos e amigas minhas que até conseguirem encontrar a área profissional onde se encaixavam foram por aqui e depois foram para ele depois afinal não era bem isto e pessoas até que pensar pessoas até que pensavam que eram mais alunas durante um grande percurso uma grande parte e depois vai buscar um espera não eu estava era a focar uma coisa errada porque eu quando estou a trabalhar nisso que gosto mesmo Afinal só Espetacular estivesse tempo toda construir uma imagem mim própria que não era inteligente ter aula lá mas era só porque não estava a ficar uma coisa certa e se calhar se tivéssemos estas ferramentas de autoconhecimento soubéssemos O que é que nos motiva Quais são qual qual é o tipo de comunicação presente funciona melhor conosco se se é visual assim oral forever se calhar conseguimos evitar algumas dessas situações de não ser estava estava a versão mais nova cidades completamente as coisas contigo ali que Lilica muito interessante que chama as 5 linguagens do amor

Gary Chapman índice errado e por exemplo que estavas a dizer isso não é de nos conhecermos a forma como estamos que comuniquem connosco quando ele disse que livro eu achei isso não porque porque nós temos a comunicar como que os outros ele tem conosco e eu te vezes se quebra o chamado rappi porque é o Raptor esta capacidade nós queremos Um empate EA com outra pessoa porque efetivamente senão e é aqui que o foco da mensagem tem que ser em que novo em quem recebe e não só em que diz então se tu soubesses Como é que está a tua frente gosta gosta de receber a mensagem a tua eficácia vai explodir destruído um aluno como se aplica de um para muitos pode ter que dizer a tua audiência as pessoas que estão que estão a O que são refere ao destino e sem dúvida O autoconhecimento que as pessoas acabam por achar que sempre mundo cólico sem muito filosófico objetivo

eu senti muito isso eu estava ideia do guru da felicidade ainda hoje de teste que estejam com formas felicidade que não existem e eu acho interessante partilharmos é que ele funciona conosco as importante que achas que a justos e que haja padrões porque se não houver estudo de padrões não dá para falarmos do que que acontece no nosso corpo tudo isso é muito muito mal e não é válido estarem que alguém não há varinhas mágicas vocês feliz tu tens não se é preciso alterar conheci o autoconhecimento autoconhecimento é individual não é replicado instante para que o funciona pelos não funciona todos o que funciona pois não funciona para outros exatamente e para mim mas para mim é uma chave e eu por exemplo eu escrevi no Diário destes cinco anos eu também era dessas pronto então não Clube agora eu é que consigo dizer que aquilo era uma forma de autoconhecimento autora se vê lá bem que quer autoconhecimento ou não mas eu sei e também porque agora lá está a ciência vai ver Oi Duda quem escreve aqui já tem fundamentação que pois fundamentação exatamente eu agora percebo que eu me permitiu ter mais e permitiu que mentiu muito ter muito mais autoconhecimento só o nome da minha vida foi uma ferramenta extremamente útil e eu gosto de falar muito autoconhecimento de homem pessoal Inteligência Emocional numa forma pragmática não gosto que as pessoas acham que isto é só mais uma pessoa com a filosofia do pensamento positivo porque não identifico essa forma e a muito boas a muito boas referências em Portugal e falo Portugal nesta nesta onda o Paulo Moreira para mim é uma das grandes potências em Portugal para isso que é o que é que nós precisamos nós precisamos primeiro entender padrões entender evolução ao mar entender porque é que nós temos o admissões que temos ainda não teria fiz uma publicação interessante que era o cartão de Visões que nós temos disponíveis hoje em dia e que usamos no nosso dia e foi escolhido a partir de cerca de 50 mil gerações que não de cinco acho que vai ter desde os primatas até agora a evolução das espécies por isso é tão interessante e eu fui e faxina entender sempre a relação entre Uma emoção e o seu significado evolutivo porque é que este emoção as existe qual é a função dela sim porque ela é biológica ser biológica ela foi produzida e é produzida química notícia e se ela existe cá dentro é para servir a um propósito é servir a um propósito que não é teórico nem filosófico é prático então entender isso para mim é fascinante entender Ok isto fazia sentir a 50 mil anos se calhar hoje em dia não faz mas eu percebo que ainda tenho isto porque na realidade do serviço aqui ainda tem essa estrutura e depois vai evoluir ficar daqui a 50 mil anos a ninguém sente medo esperemos que não tem como ele amanheceu é verdade hora e todas estas coisas e muito podcast ela questão que criaste em Maio de 2019 e queria te perguntar o qual foi a tua motivação para criar o podcast porque é que fizeste isto então o interesse pelo tema já falamos que foi através do triste episódio do Choro quem nunca quem nunca o quanto cast foi porque eu vim para Lisboa em 2018 e vim sozinha e eu quando estava em Braga tinha os meus projetos Paralelos eu sou uma a serra e uma defensor de que todas as pessoas deviam ter um Projeto Paralelo um ou vários que os permitissem conhecer fora do trabalho sim que trabalho tem as suas regras estás a trabalhar por conta de outrem tem que seguir os objetivos outra mas fora seja no desporto na dança numa arte Tu vais conhecer aquilo outra pessoa diz aquilo que te dá motivação Oi e eu procurava isso para mim porque eu nem para Lisboa então em 2018 eu ainda cheguei a ter uns blogs tive dois não era uma que chip que era já volta de uma caneca mas sempre era eu faço a comunicação interna só que não Lia blogs por cento eu senti uma hipócrita Aparecida que era fazer contigo que eu não conseguia pois Inativo o outro que veio até sistemas que já nem lembro mas chama então não encontrei o erro tentativa e erro mas eu escrevi que eu costumo todos os anos fazer uma retrospectiva e colocar os meus objetivos para o ano e eu tinha escrito que era um projeto pessoal então ia fazendo brainstormings me própria a procura o tempo só estava ativamente à procura existe um fenômeno muito giro que se chama sistema de ativação reticular que é quando o nosso é um filtro que o nosso cérebro tem que quando nós temos consciência de algo ele está particularmente atenta isso E aí Zé como é que todas é como um algoritmo das redes sociais nas formas cérebro é a mais ou menos isso o exemplo mais típico que dá em tu vais comprar um carro tu queres um Mini Cooper nessa semana que saberás mini culpas na rua ok e se ele nunca tinha visto é interessante não é será que previne que o país aumentaram o que tu agora nossa tentar é só isso E então o sistema de ativação Race Park algo uma ferramenta que nós temos muito interessante podemos ativar lá está ganhando consciência escrevendo a escrita dá esse poder materializar o que queremos e depois o nosso cérebro vai estar muito Atento e pode estar no meio de uma multidão E se calhar se ouvires alguma coisa numa circunstância normal eu não teria ouvido mas como tu estás ativamente À Procura ele vai ouvir é mesmo interessante como funciona Oi e eu como estava ativamente à procura e eu volto já li ação diz que era alguém que fala muito relativo ação reticular né já sabia a teoria então Estava sempre à procura e ouvir um podcast pela primeira vez de um casal que seguia no YouTube um cavalo empreendedores adorei formato que tanto para mim informáticos querido automaticamente que é eu consumia eu sentia motivação eu ficava o tempo que fosse necessário depois a partir daí comecei a ouvir outros portanto ia ser formato de serviço mas não estava tendo o tema depois começava a ler muito seu desenvolvimento pessoal E como eu não queria fazer sobre comunicação interna porque porque eu estava a trabalhar numa empresa ou seja os exemplos que o cavalo por conhecer era muito mistérios e eu não me sentia confortável mas eu queria ter uma voz Eu queria poder falar livremente as coisas sem ter que estar ali e só agora me achei Vale Suíço e subs alguma coisa mal eu ponho a empresa inglês então tive mesmos Claro que ele tem então foi uma forma de é de riscar posso ir então inteligência emocional e desenvolvimento pessoal Estava a ler o e de repente o meu meu companheiro estar uma chamada telefónica esta Engraçado até lá na uma chamada de telefone que eu não turma já estava a procura de nomes que escrever corretamente Diário da mente causa de diariamente diárias que vivem os nomes no caderno mas não Estava satisfeita com não tem que um dia ele já estava Gomes uma boa questão é tão Oi fecha comigo completamente o que é isso e depois a partir daí o processo criativo começou eu gosto de começar produzem de ver eu gosto de materializar com 20 e tem um efeito não é só psicológico tem uma atualizar as coisas é um efeito de Sobral sim é o meio caminho andado para nós temos um mau compromisso quando se está só cá dentro rapidamente nós conseguimos arranjar desculpas para não fazer então de ficar nas voz começamos a simular Não serve um simulador de tudo pode correr mal porque objetivo aumentar nos vivos é facilmente pelo celular muito aquele pode correr mal esse muitas vezes faz no mesmo o creme de ideias amanhã já não fizemos nossa parte anos com alguém assim nós escrevermos começa a ser real começa a ser o nosso até e foi isso que se fizer isso eu não consigo a resposta não faz mal não faz mal e foi isso que tu fizeste tornou-se real tonto a cada vez mais pessoas a fazerem assim projetos pessoais e muitas em formato podcast porque é que achas que isto está acontecer achas que é só por causa da acessibilidade ser mais acessível para nós que reagir um podcast um Instagram com conteúdos é só acilidade lá que alguma coisa mais de nós subitamente as pessoas em todas as coisas para dizer como é que é Esse é um frango realmente ontem não muito interessante embora é uma montanha nascido agora os áudio os áudio livros a ação dos anos 90 eu digo eu digo isso porque sinto que em Portugal a explosão é basicamente de sangue e mas também vem com a questão até com a sua evolução tecnológica porque a questão de voz seja para o podcast seja por exemplo para a comunicação com o smartphone neste último sempre tecnologicamente passou a ser viável porque assim OK eu em 2010 já ouvi falar de Podcast mas eu não tinha essas plataformas gratuitas que me permitissem usar o áudio entretanto quando então grandes grupos econômicos e tecnológicos em força que vem aqui uma forma de fazer dinheiro e portanto vão utilizar as pessoas para produzir enquanto ele por sua vez depois nos dá retorno ao permitirem que qualquer pessoa tal como se fazer com os blocos têm acesso a uma plataforma onde coloca um podcast é naturalmente uma explosão eu penso que isso acabou por ter muito muito Impacto Assim como nós depois da nossa geração Já começamos a estar habituada a voz por causa do WhatsApp na mensagem de voz uns aos outros Mas uma coisa eu falar com o Google Ok Google quero ir para casa e eles faz com os comandos de voz este começa acho que é um conjunto de tecnologia que acabam por nos viabilizar e fazer com que em Portugal estes pelo no nosso que tenha sido necessariamente a um fenômeno cultural e de repente as pessoas começaram é só que que eu vou acho que coisa maravilhosa acho que acho que a parte da tecnologia intencionalmente em Ainda bem que pega aqui nesta nesta questão das tecnologias porque eu queria perguntar e até Porto tu trabalhas com com a comunicação a várias que trabalhar aqui não é no sentido profissional pôr as mãos na massa nível comunicacional tanto a nível profissional como pessoal e eu queria perguntar de que forma é que achas que digital veio alterar a forma como nos comunicamos pro o e para o mal e aqui também duas perspectivas pessoas que é a nível de comunicação a Empresarial como é que as empresas comunicam internamente com os seus públicos e depois a comunicação interpessoal como é que o digital veio afetar tudo isto Isso é que é uma prova difícil o difícil mas a primeira coisa que me vem à cabeça é o que digital faz é acelerar todos os processos de comunicação ou seja isto começa por exemplo no jornalismo que senti a necessidade de ser a primeira contar faz menos de exploração e por vezes comenta alguns erros que não cometeria se tivesse mais tempo um isso acontece nas empresas que acabam por se não comunicarem em tempo útil a as pessoas que sentem ou público recente porque facilmente conseguem ouvir hoje em dia o refere a informação e importante que a maquiagem esse tempo útil Ou seja a quase Como uma obrigação de dar coisa do digital acompanhar o que acontece em tempo real essa aceleração para os processos comunicativos é isso é muito difícil quem não entende o que está por detrás de um vídeo da edição de um vídeo da de um artigo de uma reportagem até mesmo de uma carta ou não comunicado interno que não entendo o processo de o que é que é considerado acho que não tem infantis esta noção do qual a aceleração que vem com um digital a tem afetado o que está na área da comunicação E tem sido um Desafio Mortal até os próprios vídeos estão feitos cada vez para serem mais rápidos mais dinâmicos mais curtos então a velocidade de edição o número de quadros por segundo sim é o mesmo algo que se observa uma pessoa conseguir acompanhar o que a tecnologia está a fazer com o facto de existir a inteligência artificial e a tecnologia está a desenvolver-se mais rápido do que os nossos processos mentais exatamente não se alimentar está ali coloca então é um grande desafio para as organizações Mas por outro lado e agora eu gosto de ver a parte desse pedindo gosta de ver o copo meio cheio sim eu acho que é muito mais democrático as pessoas têm voz as suas podem contribuir para a produção de conteúdos isso mexe muito com quem teve exclusividade durante muitos anos é um carro que mais táxis quando vem a Uber de repente o modelo que estava implementar a água e que foi usado durante muitos anos é posto em causa e na parte da comunicação isso acontece O que é nós éramos os únicos produtores de conteúdo nós é que tinhamos as ferramentas onde é que tínhamos acesso às plataformas aos meios de quando dizes nos queres dizer não ligadores nós quem foi formado em comunicação Quem foi formada em comunicação nos essa exclusividade e hoje em dia tu tens plataformas como um campo facilita o acesso ao design de qualquer pessoas muito issimo casa eu uso que durante muitos anos os problemas da adoro neste momento uso cão E porque é que eu uso que leva a nível pessoal por começa a fazer mais rápida que me ajuda a acompanhar a rapidez e e e esta aceleração do digital e mesmo exemplo edição de vídeo é surreal que no Tik Tok acabou por democratizar esta competência do vídeo novo algo que era intensa ao alguém sabia fazer um vídeo e montar um vídeo que é através de um vídeo e disse são curtos também e vídeos curtos como é que se considera um dia que contar uma história intensa segundo recentemente a segundos e a verdade é que num fenômeno tecnológico tens pessoas que não são da área da comunicação a fazer conteúdos Uber porque tem acesso às ferramentas e e depois ainda mais hoje em dia o as redes sociais como YouTube e toque em particular tem uma componente educativa muito forte e consegue facilmente dar tutoriais que qualquer pessoa consegue ver recriar e depois que acontece com a prática quero que nós falamos nesta ficam melhores então é um grande desafio porque a uma falta de controle sim as coisas estando no digital não acabam por uma vez na internet para sempre na internet série de controlar elas podem ser criadas existe a necessidade de acompanhar o ritmo não existe a dificuldade de perceber os papéis que eles agora está um pouco o que significa ministrado nas suas resistências de comunicação mas eu faço vídeos todos os dias ou então agora que eu parte dos criadores de plantio os conhecidos como influências nascem De repente é mais um grupo que está aqui a fazer por cento contigo então tem sido um grande rio que importa é que se Veja isto pelas oportunidades e e a uma oportunidade diferente hoje em dia nós não estamos a comunicar para uma massa que só ou se estamos uma a comunicar para alcançar responde volta que nem sequer em massa que eu tenho sem Sim mas temos a comunicar para um público que não só pode responder de volta como pode criar em conjunto contigo eu acho que isso é fantástico de ponto de vista da isso eu acho que é espessa correto e é uma questão de se aproveitar essas oportunidades importante então aqui o digital traz a aceleração a democratização e também esta possível e na colaboração e e os bater de papéis muito bem e o que é que todo esse processo que é que esta aceleração sobretudo eu diria e os bater de papéis faz com as nossas emoções eu digo isto porque eu tenho eu pessoalmente sinto que tenho uma relação um bocado atribulada com as redes sociais porque consigo por um lado aprender imenso com as redes sociais e encontrar as pessoas Super Interessante através das redes sociais Mas por outro lado a consigo reconhecer processos que são muito agressivos o processo de comparação processo de estarmos todos a ser um bocadinho quase como cada pessoa sendo criador de conteúdo a nível pessoal se torna uma espécie de marca em nome próprio não sei se encontrar com isso ao eu não sei se me sinto muito confortável com isso também como é que é o que é que achas disso como é que é a tua relação a rir e moções no Espaço Digital e eu acho que é que o mundo Tu Estás a dizer e que a maior parte de se Rever não que tu os primeiros porque nós temos acessa tanta tanta informação que isso mas com as nossas emoções e uma vez alguém dizia antigamente Tu queria ser o melhor cozinheiro do Mundo e tu tinhas uma ou duas referências uma esteja em dia tu pode se comparar com o quase não são cheios não milhões de pessoas mesmo está muito longe dizem tatuagem e isso pode por um lado já dar uma grande infestação a comparação pode ser uma ferramenta de melhoria continua ou pode ser uma ferramenta de auto Sabotagem e de comparação Então e o Ah está pensei que ele sente tanta Inteligência Emocional porque aquilo que nos vai dar alguma saúde mental sanidade no meio de tudo aquilo que nós temos para consumir nós temos que conseguir ter consciência é do que está acontecendo no Smartphone Isto é muito sério porque quem viu o documentário da Netflix o dilema das redes sociais já percebeu que estes estudos que são feitos sobre as emoções a ciência que procura entender o comportamento humano ela está a ser usada na engenharia está a ser usada nos produtos então estes produtos maravilhosos que nós conseguimos eles não são inocentes eles conhecem o nosso comportamento e eles estão desenhados para o moldar de acordo com aquilo que são os interesses econômicos dos grandes grupos e com As Ilusões em relação a isso e nós não queremos de todo que grupos econômicos tenham maior conhecimento das nossas emoções do que nós Porque se eles estiverem eles têm vantagem estamos a perder 10 a 0 e neste momento nós estamos muito Possivelmente a perder dessa zero porque o algoritmo que consegue padronizar onde é que nós colocamos mais gostos O que é que nós passamos mais tempo com e chega um ponto que eles com esta chamada Big Data sem ser com esta quantidade de surda de informação eles efetivamente conseguem identificar os padrões e perceberem e manipularem os nossos Campos também assim e conseguem perceber não só os nossos gostos mas aquilo que nos motiva aquilo que nos assusta Aquele que nos enraivece e réguas sim aquilo aquilo que mexe conosco E capitalizar essas emoções e as emoções são na minha opinião uma das princi uma das principais riquezas da economia e tal como a atenção fala-se muito na economia da atenção mas eu acredito que a neste momento cada vez mais a economia das emoções porque as emoções são o que nos leva a uma ação e todas as nossas decisões são tem esta relação próxima com as emoções então que encontrou as emoções controla uma boa parte daquilo que são as nossas ações e a cada vez mais nós temos que se conhecer nós temos um Se nós queremos estar em controle dentro do que é humanamente possível nós temos que estar a par daquilo que que esta cidade é um dado assustador mas não é nenhum Bicho de Sete Cabeças desse haja esta vontade e esta capacidade de parar de trabalhar este autoconhecimento que não é nenhum Bicho de Sete Cabeças mas depois de ter visto aquele documentário então mexeu muito comigo nós podemos os processos de publicidade e quando nós estudamos um processo de Publicidade nós a publicidade que agora tem mais concorrência Tem um objetivo que levar a uma ação uma ação que novamente uma compra e para chegar esse objetivo normalmente vai pelas emoções eu encontro comigo agora eu fazia na parte da comunicação organizacional eu trabalhava muito mais a parte do império O que é parte do recrutamento o que nós acabamos sempre por trabalhar mais umas lá estar em sua negativo não esquece também na parte emocional é como é que nós conseguimos conectar com outro ser humano não é não é através do racional é através do emocional como é que consegui pegar numa série de pessoas e e transformá-los em vez de um conjunto de trabalhadores numa equipa que se costuma dizer muitas vezes não se não lembrar do que é que Tu disseste mas vão se lembrar da forma como disseste por quê Porque isso é a forma como os vai fazer sentir então a minha missão também com ela que estão é comecei a ter recentemente a mostrar estes bastidores da parte da comunicação porque não acho justo que as pessoas não tenham a informação para terem este espírito crítico Não é justo não é justo que não tenham aprendido de como é que uma publicidade é feita e como é que o gatilhos mentais funciona e da urgência sinto fizeram um pouco sobre isso aqui sempre e não é justo não é justo para as pessoas não é justo ficar que eu ia falar um bocado agora mais não não é justo no sentido em que não estamos em pé de igualdade Em que em que há de facto empresas e grupos econômicos e tu estavas a falar eu estava a pensar eu prometo sempre não vou por aqui mas estava a pensar em em partidos políticos a que conhecem esta conhecem a estas nossas conhecem os métodos de julgar com as nossas emoções que para surtir um determinado efeito Portanto acho que é questão do justo é é uma ótima palavra acho que é uma questão de justiça e pode ser a minha por aqui mas agora quero ir achas que nós temos então conhecimentos das nossas emoções e desde os gatilhos e e não só das vezes das emoções umas das Ferramentas de comunicação que são usadas e com as nossas emoções pode ter já está a ter eu acho efeitos positivos ela está a ter enterro quando falam as eleições do trampo que que houve um escândalo da da câmera de analítica da Cambridge analytica em que os dados foram usados conforme os estados os conheciam as emoções que estado e então lançavam que mentiu que ia direcionado é o tal gatilho que que faz com que as pessoas fiquem emocionalmente ligadas a um tema passa a ser emocional Deixa de ser racional é importante para toda a gente importante para Quem produz conteúdo porque nós sabemos e não é funções e trabalhar as emoções necessariamente mau mas quem produz conteúdo e tem que ter esta preocupação de se conectar com outro ser humano não é com os 100 mil seguidores 100 mil seguidores é o que são pessoas podem tendências assim não pessoas que faz tão extensão Mas podem ser bota seres humanos sente como é que nos conectamos um com os com os outros Apps estatística aí eu tenho cerca de cinco amigos são Lisboa se tu és Lisboa nós vamos amigos não é a conexão humana requer esta parte das emissões seja nas relações pessoais seja na parte de produção decorrente de um produtor de conhecido agora falando aqui da parte da produção de conteúdo tem que conhecer as emoções continham conhecer as emoções e não conhecido fará e está a falar contigo não temos a Fato imponível manipulação sincero acaso muito errados de manipulação das emoções que é o caso da que tem a analítica análise analítica e depois existe casos em que em que nós temos testemunhos reais em que falam de problemas que são salvos online o presente até que tem um bom exemplo para isso e é pelas emoções que nós nos conectamos então é as emoções são para o bem e para o mal e foi inclusiva através de um até que se por exemplo que o mel Robbins a ficou conhecida como é que fica entrou também na tua vida aí que fez a tua vida mudar por cento e o que ela é tudo literalmente a parte mais vulnerável dela né quem é que vai para uma matéria que falar de que foi embriagado que estava já alcoólica que quando teve um bebé que tiraram porque ela tem uma depressão pós-parto e não podia deixar a ficar sozinha como aqui É preciso coragem para falar sobre isso mas ela tinha um ponto defender Ainda bem que as pessoas por causa disto que preciso um centavo pegando agora também tinha dito que não ia entrar Muito pouquinho mas vou Porto também já falaste ser visto que é que papel e tu vais de comunicação e já falaste muito literacia midiática no meio desta desta maluquice toda de digital e eu essa maluquice toda também da do digital e dos grandes grupos económicos em jogar com as nossas emoções quando nós próprios as vezes conhecemos tão pouco sobre as nossas emoções que papel é que os media e o jornalismo EA literacia midiática tem aqui eu estou muito triste fica em relação ao jornalismo atual essa Mãe boa

jornalista tem um poder de influenciar a sociedade e eles sabem que tem ainda bem Tem Convenções influenciadores de ginástica há uma influência dos profissionais zoras não eu acho que ele tem muito esse papel de poderem fazer um trabalho que compra com o código que tem um cósmico e podem ser sim atores ativos nessa transformação mas também não acho que são neste momento já o Ponto Central honestamente quem é o Ponto Central e não existe é rizomático está disperso e por isso é que a literacia midiática é tão importante porque até a duas décadas não talvez nem tanto comunicação mas era o que era a televisão a rádio mas a internet veio fazer uma discussão então

e como todos temos acesso a coisas diferentes conforme as nossas preferências temos todos é que ter o tal espírito crítico que nos permita a nós fazemos a nossa seleção informava a leitura crítica pressupõe esta capacidade de nós conseguimos entender criticamente o conteúdo e de conseguimos identificar o que é que é verdadeiro ou falso hoje em dia é qualquer coisa de muito impossível a minha dissertação Eu coloquei uma foto que era um beijo de Angela Merkel Sarkozy sim que era uma campanha da Benetton e os meus objetivos Quando eu fizer essa dissertação era entender a os níveis de literacia midiática da população adulta e fazer uma relação com os níveis de escolaridade e perceber se existia ou não se a propriedade eram um fator e foi isso realizamos recordo Agora o seu sistema de quanto é que foi mas foi mesmo o nome significa adesivo ou menos de metade mas ainda assim o link por cento e trinta por cento pessoas que não identificaram que aquilo era uma fotomontagem e isso foi feita até aos 10 anos hoje em dia nós temos aplicações de Inteligência Emocional Diz ao exército e ao Jesus luz artificial que conseguem quase que manipular a voz para ficar parecida com outra pessoa não sei se já viram como antigamente das fotos do Harry Potter que mexiam agora já existe aplicações para em fotografias a mexer usar um vida as grafias pessoas que é a cara não estão Então como é que nós conseguimos nesse momento distinguir o que é Real o que o que é que não é real para é sempre espírito crítico o espírito não é simples os vídeos crítico da requer ler conhecer os processos e por isso é que estás também fazer a fazer aquilo que estás agora no seu podcast que então dar a conhecer esses bastidores sempre a um exemplo que eu achei que normal eu a pouco conhecia um e para mim ela é referência daquilo que isso o jornalismo um youtuber eu tenho uma se uma data de saída chama-se Johnny Harris e ele tem informação jornalística e o que fazer jornalismo de investigação pega em vários temas exploram os afundo com as várias perspectivas eu conheci por causa de um vídeo que tomou e nas Mas ou vão ver dia que ele fez sobre porque é que as pessoas acham que a Terra é plana acho que a gente fica o pensam mas como é que como é que alguém cai neste que hoje em dia as pessoas e movimentos em relação a isso já apontar desculpa Johnny se ele é absolutamente funcional e hoje em dia as horas das refeições em baixo telejornal está dizer a zonas rurais que são aquilo para mim é o jornalismo eu espero que os analistas estão entre e que se inspirem no trabalho que ele faz porque afinal e o que é que ele chegou à conclusão Portanto ele expôs não é os movimentos a quantidade de pessoas que que investem dinheiro nas campanhas que saíram à Rua a Malta e usa métodos a fim surreais para provar que a terra e plana que é com aquela aqueles medidores com bolinha verde um avião para e entre amostras tudo isso e depois eu chego a uma conclusão que eu achei que é a conclusão e para chegar ao meio assim acho que é que é porque é que as pessoas há pessoas que acreditam nisso porque os realmente as científicas ainda são muito inacessíveis as pessoas elas estão Universidade estão no mundo acadêmico tu não consegue facilmente vez de um telescópio e vejas as estrelas então o que que tu viste vez o que é que uma televisão que mostra e tu vês o resultado final sempre dessa vez a mediação da ciência o facto de nós vamos mexer nos processos faz sentir mais ignorantes e para pessoas éticas é mais fácil então eles acreditarem nunca se conseguem ver o cara é só consegue se eles conseguirem medir se conseguir os olhos virem para ele é mais fácil a acreditar que é real porque a complexidade faz com que nós nos distanciamos de algo que queremos para o carro eu achei esta vamos lá milhões e paz mas é igual a literacia midiática e para os meus comunicação bocado isso que é se tu não Consegues perceber Qual é o algoritmo que está por detrás da aplicação que de repente ponha uma fotografia a mexer os dois a falar como é que tu sabes como é que sabes como é que tu sabe que tu não é real se tu nunca viste a original como é que tu sabes que que tu estás a ver é o Real então foi terminar nós conhecemos os processos ou o trabalho que está por trás algoritmo uma palavra então a gente utiliza que ninguém sabe o que é É verdade a própria fazenda Alegrete instalar mesmo eu não vi ainda não tinha visto então quando tu e isto Acontece muito e eu estou contente com as redes sociais nesta vertente que ia mostrar os processos nas palavras seguidores como é que se faz acho que acho que é muito por aí no caso emoções também É nós sempre nos seus processos no caso das emoções é que nem seus processos internos a entender Estar atento a os sintomas biológicos conseguir aquilo que nos sentimos conseguirmos depois então ok estou sentir isto tu ir em Vida qualquer coisa assim se sabe e isto pode ser este isso e estamos dar o nome e vamos trabalhar a partir daí bem OK eu ficava aqui mais e nesse tempo a falar contigo sobre isso até porque estou te ouvir falar e estou a pensar que este ia ligar aqui para ele ligar aqui para ele ligar aqui tem assim a cabeça a fervilhar mas não tarda nada vão expulsar daqui portanto vou só agradecer muitíssimo Amália Olha se eu já tinha gostado de tanto parar de estudar ouvir alguns dos episódios do podcast já tinha ficado fã depois desta conversa vou passar vou passar a ouvir religiosamente o teu podcast recomendo que vocês aí em casa tô em casa também eu faço Bela questão Amália Carvalho sejam assentos a Amália porque eu também vou passar a estar muito obrigada obrigada por esta oportunidade mesmo muito muito obrigado pela honra um dia Igualmente e até o próximo episódio de onde quando e como quiser e

Ámalia Carvalho

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>