Dois anos, 140 entrevistas. Estes são os números do “Onde, Quando e Como Eu Quiser”, um projeto audiovisual criado por João Pico e que pode ser visto em diferentes plataformas digitais. Em entrevista ao Link To Leaders, o fundador do OQCQ explicou que a causa maior desta iniciativa é ajudar a combater iliteracia digital.

Depois de criar a agência de videomarketing Comprimido há mais de 10 anos, João Pico lançou um ambicioso projeto que desde a primeira hora teve como objetivo trazer para o espaço público o debate sobre o futuro do digital e o seu impacto na sociedade portuguesa. Chama-se  “Onde, Quando e Como Eu Quiser” e pretende contar como o digital evoluiu em Portugal e como tem transformado a sociedade e os hábitos dos portugueses.

ler mais …

Chama-se Onde, Quando e Como eu Quiser e é um projeto multiplataforma criado para fazer pensar na transformação digital da sociedade, a partir de diferentes pontos de vista. Nasceu há cerca de dois anos e reúne já entrevistas em vídeo com mais de uma centena de personalidades, que partilham testemunhos pessoais sobre a forma como a ascensão da internet e do digital mudou – e continua a mudar – as suas vidas e do sector em que se movem. As primeiras entrevistas foram feitas a especialistas em marketing, mas aos poucos João Pico decidiu abrir o leque e hoje há visões partilhadas por personalidades de diversos quadrantes.  

João Pico é CEO da Comprimido, empresa de marketing e consultoria digital que acolhe o projeto e é o mentor da ideia. A série de entrevistas que tem conduzido nestes últimos dois anos são partilhadas no YouTube, no Linkedin, ou em grupos temáticos nas redes sociais e começam a dar também origem a magazines, centrados em temas mais específicos. 

ler mais …

João Pico criou um projeto de entrevistas em vídeo de partilha de experiências na área dos media, educação ou futuro tecnológico, entre outras. O que quer? Ajudar a sociedade portuguesa a debater o futuro. Uma pessoa, um público (seja ao vivo ou através da internet) e muitas ideias pessoais e transmissíveis partilhadas. A troca de experiências e de ideias – potenciada com a era da internet – está na base de muitos projetos mediáticos dos últimos anos, da Web Summit até às famosas TED Talks – que começaram a tornar-se globalmente mais influentes nos últimos 15 anos e também já chegaram a Portugal.

ler mais …

http://www.dinheirovivo.pt/buzz/a-educacao-como-pilar-da-sociedade-nao-se-adaptou-a-era-digital/

Uma pessoa, um público (seja ao vivo ou através da internet) e muitas ideias pessoais e transmissíveis partilhadas. A troca de experiências e de ideias – potenciada com a era da internet – está na base de muitos projetos mediáticos dos últimos anos, da Web Summit até às famosas TED Talks – que começaram a tornar-se globalmente mais influentes nos últimos 15 anos e também já chegaram a Portugal. 

O lisboeta João Pico, de 47 anos, lançou em 2016, a partir de um mestrado, um projeto que junta a sua experiência em televisão e audiovisual, com uma área que o apaixona: a partilha de conhecimentos. Onde, Quando e Como eu Quiser (OQCQ) é o nome da iniciativa que já inclui mais de 150 entrevistas em vídeo a pessoas mais e menos conhecidas da área de comunicação e fora dela. 

ler maias …

https://insider.dn.pt/em-rede/a-educacao-como-pilar-da-sociedade-nao-se-adaptou-a-era-digital/23762/

O projeto de media “Onde, Quando e Como Eu Quiser” já leva uns tempos a debater o futuro do digital e o seu impacto na sociedade portuguesa. Até agora, soma o contributo de 150 especialistas de diferentes áreas.

150 especialistas de várias áreas falam sobre transformação digital

“A televisão morreu?” terá sido a pergunta que serviu de mote para a criação do “Onde, Quando e Como Eu Quiser” (OQCQ), um projeto da agência Comprimido ao género websérie, em que personalidades e especialistas do panorama português partilham visões e experiências sobre internet e tecnologia e, acima de tudo, como o digital tem transformado as várias áreas da sociedade e hábitos de consumo.

https://tek.sapo.pt/extras/site-do-dia/artigos/150-especialistas-de-varias-areas-falam-sobre-transformacao-digital